O que você sabe sobre a mais secreta área terrestre?

Fonte: http://www.osboneco.com/

Muito se especula sobre os segredos que são escondidos de toda a população, apenas por “segurança”. Mas e sobre a Área 51 americana, o que sabemos sobre ela? Praticamente nada, além da liberdade de matar qualquer intruso que se aproxime que os militares daquela área tem.

O que estão escondendo de nós? Na verdade, 90% da população mundial acredita que há experimentos científicos das mais variadas formas, principalmente de seres alienígenas. Bem, veja abaixo uma materia que encontrei no site Os Boneco:

A Área 51 é uma das muitas bases das forças armadas dos EUA. O motivo dessa base ser tão comentada, especialmente por ufólogos, é que até pouco tempo o governo dos EUA negava a existência dessa base, ou seja era uma área secreta. Por que essa base foi secreta durante anos? Por um simples motivo: acredita-se que na Área 51 existem naves alienígenas armazenadas, corpos de seres alienígenas e alguns acreditam até que são mantidos alguns ET’s vivos, os quais auxiliam os humanos em algumas experiências secretas que envolvem altíssimas tecnologias, tecnologias muitas vezes desconhecidas pela maioria da população.

A Imagem não é de uma fonte segura, mas é só pra representar.

Isso tudo já era comentado mesmo antes do reconhecimento oficial da existência da Área 51.

Por que então o governo e as forças armadas americanas mantêm tudo isso em sigilo? Essa é uma resposta que ainda não temos, mas o que sabemos é que algo muito estranho está acontecendo e sem o conhecimento geral da população.

História
Por que a entrada é proibida nessa área no deserto de Nevada?
O Governo dos EUA estaria escondendo OVNIs nestas montanhas?
Um homem diz ter a resposta

A área que se localiza 190 km ao noroeste de Las Vegas, no Deserto de Nevada, não consta nos mapas oficiais. É uma área que possui estradas, riachos, montanhas, edifícios eu uma pista de 9,5 km, mas oficialmente não existe. É como se qualquer atividade humana tivesse parado em uma área equivalente à Suíça.
O acesso a esta área é completamente proibido. Os cartazes advertem: “O uso de armas letais é autorizado”. Seu espaço aéreo é o mais inviolável dos EUA. Trata-se do Polígono de Tiro e de Testes Nucleares de Nellis, conhecido como Área 51.

Tecnologia Alienígina
Foi fundada em 1954 para ser uma base secreta onde a Lockheed Aircraft Corporation pudesse desenvolver aviões de espionagem para a CIA. A Área 51 continua sendo a sede de alguns dos projetos mais revolucionários dos EUA. Foi nesta área que o bombardeiro “stealth” Northrop B-2 foi testado, assim como uma série de outros aviões nada convencionais. A sua existência foi mantida em sigilo absoluto pelas Forças Aéreas dos EUA (USAF) até 1994, já que se tratava da mais avançada tecnologia militar. A questão levantada por alguns pesquisadores é que nem a tecnologia nem as técnicas utilizadas são norte-americanas, e sim, alienígenas.

Desde o estabelecimento da Área 51, várias pessoas declararam ter visto objetos estranhos sobrevoando o seu espaço aéreo, mas as autoridades negaram os fatos. Contudo, um desses próprios homens declarou que no espaço aéreo da Área 51, além de circularem OVNIs, a USAF também utilizava tecnologia alienígena ativamente. Robert « Bob » Lazar, que trabalhou 5 meses na Base a partir de dezembro de 1988, deu depoimentos para a televisão em maio de 1989.

Usando a identidade de “Dennis”, – sua silhueta aparecia contra a luz e sua voz foi distorcida – Lazar revelou que o governo dos EUA estava pesquisando nove discos voadores e tentava adaptar a tecnologia alienígena aos seus projetos. Declarou também que ele e sua mulher receberam várias ameaças de morte.

Evitando correr mais riscos, em novembro decidiu aparecer em público.

Descreveu um lugar secreto conhecido como S-4 próximo ao lago Papoose, no interior da Área 51, onde as naves alienígenas eram guardadas. Explicou que ele fazia parte de uma equipe de 22 engenheiros contratados para estudar os sistemas de propulsão dos discos voadores.

Segundo Lazar, o S-4 era um enorme complexo subterrâneo que ocupava toda a área de uma cordilheira montanhosa. No início, pensava que estava trabalhando com uma tecnologia altamente sofisticada criada pelo homem, mas quando entrou em um dos discos voadores, se convenceu de que se tratava de algo de outro mundo, porque tanto sua forma quanto suas dimensões não pareciam ter sido concebidas por humanos.

“Não possuía juntas aparentes, nenhuma solda, parafuso ou rebites, – afirmou Lazar – as bordas de todos os elementos eram arredondadas e suaves (…), como se tivessem sido feitas com cera quente submetida a um rápido processo de resfriamento”.

A Imagem não é de uma fonte segura, mas é só pra representar.

De acordo com o seu relato, havia torneiras, arcos e delicadas cadeiras de somente 30 cm de altura. A sua unidade de propulsão era um objeto do tamanho de uma bola de beisebol, que irradiava um campo anti-gravitacional através de uma coluna oca, situada verticalmente no centro da nave.Lazar teve acesso a um memorando que confirmou suas suspeitas. Havia uma quantidade impressionante de informações sobre OVNIs, inclusive fotografias de autópsias de pequenos seres cinzas com grandes cabeças calvas. Afirmava-se que os alienígenas eram provenientes da galáxia Zeta Reticuli, e era citado um incidente ocorrido em 1979, no qual os alienígenas mataram vários militares e cientistas da base. Tudo isso o convenceu de que estava trabalhando “em uma nave alienígena, criada por mentes alienígenas e com materiais alienígenas”.

Lazar nunca afirmou ter visto alienígenas no S-4, mas, no entanto, presenciou algo extraordinário. Andando por um corredor, viu por uma porta entreaberta, dois homens com batas brancas “olhando para baixo e falando com um ser pequeno que possuía braços compridos (…). Olhei rapidamente, mas não sei o que poderia ser aquilo”, disse Lazar.

Texto retirado da revista Fator X nº 1 – Editora Planeta

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: